Você está aqui: Página Inicial > Contents > Em destaque > Três áreas temáticas fecham a semana no ENEX
conteúdo

Notícias

Três áreas temáticas fecham a semana no ENEX

publicado: 28/10/2017 17h32, última modificação: 01/11/2017 11h08

No último dia do Encontro de Extensão 2017 para os campi I e IV, as tertúlias e apresentações culturais ocorreram em três centros de ensino da instituição, o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), o Centro de Educação (CE) e o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA). O CCHLA ficou com a temática Comunicação e Cultura, o CE com Educação e o CCSA com  Tecnologia e Produção de Trabalho.

O projeto de extensão Clube de Leitura Círculo Petrasheski se apresentou no CCHLA, ele é vinculado ao Departamento de Relações Internacionais e tem como finalidade proporcionar a leitura, o debate e a interação com os discentes da UFPB sobres as temáticas de mulheres, negros, brasileiros e nordestinos.

Outro destaque foi o projeto, Ler, Aprender e Viver depende de você. O intuito é atuar com pessoas idosas moradoras de abrigos, levando para elas a leitura como forma de assistência. É o que diz a bolsista Marilene Galdino: “Idosos em situação de abrigo precisam da atenção da sociedade, mas a gente sabe que muitas vezes não existe essa atenção, por isso é importante que o projeto exista, pois ele auxilia nessa assistência”.

Nas Tertúlias foram sobre Tecnologia e Produção e Trabalho, um dos projetos apresentados foi o Diagnóstico e ação de serviços de alimentação em quiosques da praia do Cabo Branco. Os extensionistas falaram sobre a importância de desenvolver um trabalho de segurança alimentar, que, além de diagnosticar a situação sanitária de quiosques da orla da cidade de João Pessoa, orientou sobre a produção de alimentos mais seguros e saudáveis.

Outra ação apresentada foi a Capacitação profissional de estudantes em panificação da Escola Cidadã Integral Técnica de João Pessoa Pastor João Pereira Gomes Filho. Alunas do curso de Gastronomia relataram que o projeto promoveu oficinas de panificação para estudantes de 14 a 16 anos, em uma escola do bairro de Mangabeira. As extensionistas contaram que um dos objetivos do projeto é que, com o conhecimento sobre a prática de produção de pães, os jovens possam reproduzir os ensinamentos e gerar a partir daí uma fonte de renda em casa, além de se inserirem profissionalmente.

Em outra tertúlia foi apresentado o projeto Comércio Exterior e oportunidades de trabalho no estado da Paraíba: noções básicas de exportação e importação, que dá ensinamentos sobre importação para empresas paraibanas de médio porte. Com uma equipe formada por alunos de diversos cursos, entre eles Economia, Administração e Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações, os extensionistas destacaram a importância do projeto para a formação acadêmica dos envolvidos.

Ana Beatriz Soares é estudante de Relações Internacionais. Ela participou do ENEX pela segunda vez e falou sobre sua experiência. “O ENEX é o lugar em que a gente tem o feedback da extensão. Acho que é muito importante receber o feedback dos avaliadores e de outros alunos, além de ver o impacto dos projetos. “

A tarde contou também com apresentações culturais, uma delas foi realizada Grupo de Tubas e Eufônios da UFPB, que é coordenado por Iris Vieira.  Já no Centro de Educação, a atração foi a apresentação do Teatro Comunitário de Contação de Histórias. De forma criativa e lúdica, os atores narraram contos populares brasileiros, como a Lenda da Branca Dias.

Após a contação de histórias, a professora Márcia Chiamulera, que é organizadora do projeto e docente do Departamento de Artes Cênicas da UFPB, falou sobre o trabalho desenvolvido e ressaltou a simplicidade dos objetos utilizados pelos atores para contar as histórias e despertar o interesse dos ouvintes. “Trabalhamos os estudos corporais, o coco de roda e também a reciclagem de materiais que podem estimular a imaginação, com as crianças e adultos.”

O estudante de Pedagogia Erivaldo dos Santos parabenizou o estímulo à imaginação proporcionado pelos atores do grupo de teatro. “Eles mostram as histórias de uma forma simples e lúdica. A simplicidade dos objetos usados faz com que as pessoas criem imagens do que eles estão contando”, disse.

A programação de tertúlias foi concluída no fim da tarde, no entanto outras atividades continuaram movimentando os centros envolvidos. Lançamento de livros, exposições, apresentações e rodas de diálogo ainda foram realizadas nesse último dia do ENEX 2017 (para os campi I e IV). 

Ainda será realizada, próximo dia 9 de outubro, o Encontro Extensão nos Campi II e III. As atividades serão realizadas em Bananeiras, com tertúlias dos os trabalhos de extensão desenvolvidos tanto pelo Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias (CCHSA) quanto pelo Centro de Ciências Agrárias (CCA).