Você está aqui: Página Inicial > Contents > Páginas > Núcleos
conteúdo

Núcleos

por danielrocha publicado 20/12/2017 13h21, última modificação 15/05/2018 10h33

 NÚCLEOS

NTU - Núcleo de Teatro Universitário                                                                                                      

 

Polo de Cultura no Centro da cidade

 

Criado em 1979, o Núcleo de Teatro Universitário (NTU) é um empreendimento cultural que vai além da prestação de serviços, pois ele serve à comunidade das proximidades e à comunidade acadêmica como polo disseminador de cultura.

Ligado à Pró-Reitoria de Extensão para Assuntos Comunitários(PRAC) e Coordenação de Extensão Cultural (COEX) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), foi reformado em 2017 e atualmente tem ambientação climatizada e adequada para receber os artistas, estudantes e o público em geral.

O NTU é composto pelo Teatro Lima Penante, a Pousada Nautília Mendonça, a Biblioteca Ângelo Nunes e as salas de ensaio (disponibilizadas aos grupos de teatro e disciplinas do curso de bacharelado de teatro UFPB).

A Pousada, que recebe o nome da artista paraibana Nautília Mendonça, serve como alojamento para artistas e estudantes que estão em trânsito realizando pesquisas de campo e/ou reciclagem artística.

Já a biblioteca homenageia um dos principais símbolos criadores das artes cênicas na Paraíba, o professor e ator Ângelo Nunes. O acervo tem aproximadamente 2.261 itens entre livros, textos de teatro e revistas. Possui ainda diversos documentos (fotografias, recortes de jornais, banners de divulgação de peças teatrais) que ajudam a preservar a memória do teatro paraibano.

 O Teatro Lima Penante surgiu a partir do antigo Departamento de Teatro Universitário e teve como um dos grandes colaboradores para a sua criação o ator e docente Fernando Teixeira. Nele são realizados diversos espetáculos artísticos. 


 NUPPO -Núcleo de Pesquisa e Documentação da Cultura Popular                 

 


Por entender que a cultura é um dos elementos que contribui na identidade de um povo, a Universidade Federal da Paraíba mantém o Núcleo de Pesquisa e Documentação da Cultura Popular (NUPPO), um espaço com um rico acervo de cultura popular regional e nacional.

Criado em 1978, foi um dos primeiros espaços especializados em Cultura Popular criado na Paraíba. Surgiu como Superintendência de Artesanato (SUDART), que era um espaço de documentação voltado para o artesanato. Com o crescimento da Universidade, a superintendência transformou-se no NUPPO.

Acervo

O acervo do NUPPO possui trabalhos feitos por vários artistas e intelectuais brasileiros. Entre as principais obras, podemos citar: Tota e Maria dos Bichos, uma coleção de ex-votos, folhetos de cordel, livros, manuscritos, audiovisuais com entrevistas com poetas, brincantes, peças de cerâmica, xilogravuras e artefatos da cultura indígena.

Para celebração de certas datas tradicionais, como São João, Folclore e Natal, o Núcleo prepara uma exposição temática. Nesta são também utilizadas peças do próprio acervo, porém com a criação de uma narrativa que se adapte àquela data comemorativa.

Em outros casos, o NUPPO também expõe obras que não fazem parte do seu acervo. O contato pode ser feito tanto a partir do artista como do Núcleo, e depois de firmada a parceria, o artista ganha uma sala para expor suas obras por tempo determinado.

Visitação

O NUPPO é aberto à visitação, acompanhada por funcionários, de segunda a sexta. Pode ser individual ou em grupo de até 20 pessoas. A visitação ao Núcleo permite ao visitante conhecer mais sobre as raízes da cultura local, como por exemplo costumes e brincantes, além de permitir a artistas e pesquisadores da cultura regional expor seus resultados e trabalhos para a população.

 NAC - Núcleo de Arte Contemporânea                                                                                    

O Núcleo de Arte Contemporânea - NAC, em João Pessoa é um espaço cultural de referência para a Paraíba e para o país. Foi palco, na
década de 70, das primeiras discussões sobre os caminhos da arte contemporânea no Brasil, com a presença dos mais importantes artistas brasileiros da época. Nesta proposta pioneira, arte, prática pedagógica e formação de público representavam o eixo de atuação do núcleo.

Atualmente o NAC promove uma programação anual que ocupa as salas expositivas com trabalhos de artistas locais, nacionais e internacionais, além de mostras de videoarte, debates e encontros sobre arte. Buscamos por meio de parcerias, retomar ações de vanguarda no território da prática e formação artística.

Com a realização deste projeto, estaremos iniciando uma estratégia de formação de público em artes visuais, com ação direta no centro da cidade e bairros adjacentes, por meio de trabalho integrado com as creches estaduais situadas nas vizinhanças do NAC. Dentro desta perspectiva iniciou-se um trabalho de apreciação e prática artística voltado para crianças entre quatro e seis anos. Ao se deslocarem de suas creches em direção ao NAC, acompanhadas por suas professoras, essas crianças aprendem a vivenciar a cidade, criando novos trajetos e hábitos no seu cotidiano.

Buscamos com este projeto expandir a ação da galeria para além da apreciação artística passiva, estabelecendo um programa de vivência integrada em arte e cidadania extensivo à escola e ao núcleo familiar das crianças atendidas.

Após um longo período mantendo atividades esporádicas, o NAC, hoje, está em processo de revitalização, e sob a tutela da Universidade Federal da Paraíba pretende voltar ao cenário cultural de João Pessoa com atividades,eventos e exposições que façam a interface entre a arte contemporânea, os estudos acadêmicos, a educação e a cultura popular.

A atual coordenação busca sedimentar o caráter funcional do NAC como espaço permanente de formação da prática artística, bem como lugar de extensão e pesquisa continuada voltada para a comunidade. Essa política cultural voltada para a formação artística e arte educação busca restabelecer a vivência compartilhada em ateliê. A presença do artista no núcleo é de fundamental importância para a criação de um ambiente de efervescência intelectual e criação artística. 

 

 

 NARF - Núcleo de Artesanato Feminino                                                                                  

    

NUDOC - Núcleo de Documentação Cinematográfica